Notícias

PRF intensificará a fiscalização de alcoolemia com novos etilômetros

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) irá realizar, nesta terça-feira (dia 25), ação para combater a combinação da ingestão de bebida alcoólica com a direção de veículo automotor. Para tanto, serão utilizados os novos “bafômetros”. Desde o lançamento da operação Carnaval 2020 da PRF, vários flagrantes de embriaguez foram realizados. Assim, como forma de orientar e conscientizar os condutores das graves consequências de tal hábito, ocorrerão comandos diversos ao longo de todo o trecho de atuação da Delegacia da PRF em Foz do Iguaçu. Novos etilômetros: Novo equipamento de dotação da PRF, em todo o país, o “bafômetro” de última geração, possibilita dinamizar a fiscalização, uma vez que contém dois modos de verificação. Passivo: permite ao policial fazer um teste prévio, como maneira de proceder a triagem dos condutores. A saber, não há a necessidade de assoprar pelo bocal. O indivíduo apenas fala alguma palavra, como o próprio nome. E poderá ser aprovado ou reprovado. Caso seja aprovado será liberado. Contudo, caso seja reprovado, será submetido ao teste no modo ativo. Ativo: O condutor deverá assoprar pelo bocal para a devida averiguação. Assim, o aparelho trará o índice verificado, o qual embasará as medidas legais pertinentes. Penalidades: Infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70, suspensão do direito de dirigir por 12 meses, recolhimento do documento de habilitação e retenção do veículo. Crime: Em caso de concentração igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar, ou da constatação de sinais de alteração da capacidade psicomotora, o condutor poderá ser preso, com pena de seis meses a três anos, além da multa e da suspensão ou proibição de se obter a permissão ou habilitação para dirigir veículo automotor.

Fonte: PRF
Crédito: Divulgação/PRF