Preso pelo DENARC comandava tráfico de dentro da cadeia de Marechal Rondon

09/08/2013 13:39:51

Foto: Catve Marechal Rondon

Desde o início da manhã de hoje (09), Policiais Civis da Divisão Estadual de Narcóticos (DENARC) estão cumprindo 19 mandados de prisão preventiva por tráfico de drogas nas cidades de Marechal Cândido Rondon (PR), Guaíra (PR), Toledo (PR), Maringá (PR), Bento Gonçalves (RS), Farroupilha (RS), Vacaria (RS) e São Paulo (SP). Os alvos são integrantes de uma quadrilha responsável pela distribuição de drogas na cidade de Marechal Cândido Rondon (PR) e pelo envio de entorpecentes para os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. Leandro Perdoná da Silva, preso em flagrante por tráfico de drogas no transcurso da operação transportando aproximadamente 30 kg de “maconha”, permanecia coordenando o envio de entorpecentes da cidade de Guaíra (PR) para o Estado do Rio Grande do Sul, onde reside seu irmão Edison Antônio Perdoná da Silva, do interior do Secat da Delegacia de Polícia de Marechal Cândido Rondon (PR).

Até o momento foram presos preventivamente:

1. William Figueira do Nascimento, com 26 anos de idade;
2. Leandro Perdoná da Silva, com 34 anos de idade;
3. Márcio Alexandre dos Santos Julião, com 30 anos de idade;
4. Fernando Gonçalves Lemes, com 50 anos de idade;
5. Altamiro Aranda Tomaz, com 51 anos de idade;
6. Eduardo da Silva Lemes, com 28 anos de idade;
7. Waldir Carlos de Lira, com 44 anos de idade;
8. Wagner Roberto de Lira, com 19 anos de idade;
9. Guilherme Antônio Pedrozo, com 23 anos de idade;
10. Edison Antônio Perdoná da Silva, com 31 anos de idade;
11. André Luiz Adams, com 30 anos de idade;
12. Henrique Rodrigues da Silva;
13. Deyvid Willian Kassburg, com 30 anos de idade;
14. Jean Paul Ribeiro Leitão, com 25 anos de idade;

A polícia ainda realiza diligências no intuito de capturar os outros integrantes da organização. No cumprimento do mandado de prisão e busca e apreensão na residência de Edison Antônio Perdoná da Silva, na cidade de Vacaria (RS), foi localizado cocaína e outro paranaense que estava no local foi preso em flagrante. Durante as investigações, que iniciaram há aproximadamente quatro meses, foram presos em flagrante dez pessoas, apreendidos três adolescentes, drogas, armas e veículos. Em uma das prisões, feita no dia 21/05/2013, foram apreendidas 03 escopetas, calibre 12, marca Mosberg; 103 munições intactas, calibre 12; 50 munições intactas, calibre 38 e 100 munições intactas, calibre 9 mm. Os acusados foram encaminhados para o Setor de Carceragem Temporária da 47ª DRP de Marechal Cândido Rondon (PR), onde permanecem à disposição da Justiça. A operação contou com o apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário da comarca de Marechal Cândido Rondon (PR); das Delegacias de Polícia de Marechal Cândido Rondon (PR), Guaíra (PR) e Toledo (PR); de todos os núcleos da DENARC do Paraná; da DENARC do Rio Grande do Sul e de São Paulo. A DENARC tem realizado constantes trabalhos na cidade de Marechal Cândido Rondon, com o intuito de reprimir e prender quadrilhas ligadas ao tráfico que causam grandes prejuízos as famílias rondonenses.


Fonte: Assessoria Denarc Cascavel

12/08/2013 Felipe Hofstaetter Zanini

Enquanto a disparidade financeira for: um apartamento popular do "Minha Casa minha Vida" custar o preço de um veículo de luxo fabricado na Alemanha, e em países super desenvolvidos um artigo de luxo. O povo vai buscar "jeitinho" pra pagar as contas. Afinal trabalhar 30 anos pra pagar um "AP" de 47 m² é um absurdo. E esse desiquilíbrio que gera a corrupção, Politica, de menor, de percepção de valores... Afinal, todo "muléque" quer aquela imagem que os "Ídolos" estão vendendo.

10/08/2013 Ricardo

Concordo co o <--->, mas quem faz as leis são mais ladrão ainda

10/08/2013 JULIO

concordo plenamente com as AFIRMAÇÕES ANTERIORES!!!

09/08/2013 <--->

esta praga é igual tiririca (erva daninha)... arranca um, vem 3, arranca 3, vem 10... não adianta! Enquanto neste pais tivermos politicos corruptos e promiscuos e que nada fazem para mudar esta lei penal arcaica e vencida, so veremos mais ainda crescer a injustiça e sofrimento de toda uma nação. operação PF e PP já... Traduzindo: Paredão de Fuzilamento e Prisão Perpétua já!